quinta-feira, 6 de junho de 2013

FAETEC EM ANGRA

Não é improvável que o empresário Léo da Marmoraria, 1° suplente do PMDB ao Legislativo de Angra, venha a ser alçado a condição de vereador ou secretário municipal nos próximos movimentos políticos da cidade. Sabe jogar o jogo notadamente -e este tem sido o seu diferencial, revelando-se numa surpresa. Na última eleição municipal, quando se candidatou pela primeira vez, já teve grande destaque pela campanha que realizou com a utilização livre das redes sociais e obteve mais de 1.300 votos. Jeitoso, sabe como poucos jogar o jogo.

Nesta semana, foi convidado para uma reunião na sede da Secretária Estadual de Ciência e Tecnologia do Rio. Não se surpreendam com o que vou falar, mas creiam - ele conseguiu a proeza de ter sido convido por ambos, pelo Secretário Estadual, Gustavo Tutuca, e também pela Prefeita de Angra, Conceição Rabha. Para que assuma um assento na Câmara, um dos vereadores do PMDB teria que se licenciar do mandato. Não é difícil, há várias situações, como: razões médicas, para assumir uma função em outra esfera de poder, por cassação do mandato ou por renúncia. Para que assuma um cargo comissionado na Prefeita, basta que a Prefeita o convide e que ele aceite. Ele não esconde o desejo de ser vereador, mas não alimenta especulações sobre a possibilidade de ir para o Executivo.


Nesta reunião, segundo Léo Marmoraria em sua página no Facebook, eles conversaram sobre a implantação da Fundação de Apoio ao Ensino Tecnológico (Faetec) em Angra e da vinda de novos cursos para o Cederj. Léo, que é um dos diretores da empresa de sua família, uma marmoraria no bairro da Japuíba, comemora e assegura que o resultado foi muito positivo. Ele ainda informa que dentro de duas semanas uma equipe do Governo do Estado irá à cidade para iniciar o trabalho de pesquisa de uma área onde possa ser construída a Faetec. O Secretário Gustavo Tutuca já havia recebido esse pedido há algum tempo e, segundo informou em sua página - há algumas semanas, há 30 unidades novas à serem construídas, o que tem provocado uma romaria de prefeitos ao seu concorrido gabinete em busca desse investimento.

Léo entende que é preciso avançar com essa questão do conhecimento, oferecer cursos dentro da realidade de mercado estabelecido em Angra, no sentido de dar oportunidade a juventude, principalmente, de se qualificarem e disputarem em condições de igualdade essas vagas que normalmente pagam os melhores salários. A Prefeita Conceição Rabha, ao que parece, saiu dessa reunião não só satisfeita como impressionada com a habilidade do jovem empresário em lidar com agendas tão importantes. O Secretário Tutuca já deu a garantia de que Angra será contemplada, portanto, esse pode enfim ser mesmo o primeiro grande passo do Governo para a educação profissional na cidade. Por isso é que abri ousando em dizer que Léo Marmoraria pode vir a ser vereador ou secretário, já que, sem mandato, fez mais que muita gente, inclusive secretários atuais do Município.

Segundo dados preliminares que levantei, no sentido de sublinhar a importância dos cursos técnicos e tecnólogos (nível superior em menor duração de tempo), em Angra, há muita gente conectada no Facebook, por exemplo, e o monitoramento mostra a incidência das reclamações e opiniões sobre a falta dessas oportunidades na cidade. 
Só em Angra, no Facebook, há:
De 16 a 25 anos - 20 mil pessoas
De 18 a 22 anos - 14.600 pessoas
De 20 a 25 anos - 12.800 pessoas
De 22 a 40 anos - 17.600 pessoas
De 25 a 50 anos - 18.800 pessoas
De 40 a 60 anos -  5.200 pessoas
De 45 anos em diante - 3 mil pessoas

É a minha opinião.
-
02h40min.     -     adelsonpimenta@ig.com.br

2 comentários:

Karla Lopes disse...

Eu como amiga pessoal de Léo, estou aqui nada impressionada, pois seu trabalho sempre foi esse, fazer o que é preciso sem pensar em benefícios, se eles vierem bem, se não fará do mesmo jeito.O ajudei em sua 2ª e mais recente campanha política e pude notar rapidamente como ele é GUERREIRO, luta pelo que acredita e acaba cativando e fazendo acreditar também os que o rodeiam.
Parabéns grande amigo Léo, por mais essa ousadia, estamos juntos sempre!

Anônimo disse...

É como diz o pensamento atribuído a Sato, "inteção sem ação, é ilusão, ouse fazer, e todo poder lhe será dado".